A crise econômica e o olhar para o futuro

Opinião por Eric Westphal


A crise econômica mundial causada pela pandemia da covid-19 não tem precedentes na história moderna. O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que a produção econômica global cairá 5% em 2020, e 9% no Brasil. Em contraste, a “Grande Recessão” de 2008 viu uma queda máxima global de apenas 0,1%. Nos Estados Unidos, o Banco Central espera uma queda do Produto Interno Bruto (PIB) anualizada de 35% no segundo trimestre. Mais de 48 milhões de americanos buscaram benefícios de desemprego desde o começo da pandemia.

Foto: Freepik


Diferenças à parte, isso, no mínimo, não é um bom precedente para o Brasil, cuja economia saía de uma recessão que começou em 2015, e cuja curva inicial de casos confirmados de coronavírus é parecida, mas começou mais tarde. Com a alta no desemprego, hoje, menos da metade dos brasileiros, em idade de trabalhar, está trabalhando. O ano de 2020 promete concluir uma década perdida de desenvolvimento, do ponto de vista de renda média por brasileiro.


Diferenças à parte, isso no mínimo não é um bom precedente para o Brasil, cuja economia saía de uma recessão que começou em 2015, e cuja curva inicial de casos confirmados de coronavírus é parecida, mas começou mais tarde. Com a alta no desemprego, hoje menos da metade dos brasileiros, em idade de trabalhar, está trabalhando. O ano de 2020 promete concluir uma década perdida de desenvolvimento, do ponto de vista de renda média por brasileiro.


CONTINUE LENDO NO APLICATIVO OU NO SITE

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo