Algumas coisas surgem despretensiosas


Por Davi Nascimento


Algumas coisas surgem despretensiosas em nossas vidas e, depois de algum tempo, é possível entender o propósito delas. Quando aceitamos o desafio de proporcionar uma experiência de leitura diferente, por meio das páginas da Vision Business ou das plataformas digitais, app e site, a nossa meta era ousada, mas fracionada em meses, dentro de dois anos.


Quando completamos 30 dias, em 17 de agosto, rumo a Alagoas para entrevistar e fotografar Carlinhos Maia, capa da segunda edição, demo-nos conta de que já havíamos superado a meta e de que o propósito da revista ia além de informar. Estamos aqui para inspirar e valorizar pessoas que também inspiram, que mudam a vida do próximo e que estão comprometidas com o bem.


E foi ainda durante o voo que, também, alinhamos que a nossa entrega e o nosso compromisso seriam transformadores. Não à toa, praticamente dobramos o número de páginas, com conteúdos que se conversam e que promovem um olhar mais atento para o mundo. No digital, além do acesso gratuito à edição completa, disponibilizamos postagens exclusivas, que conectam você com a Vision.


Seguimos aprendendo, dia após dia e estamos felizes com tanta positividade e aceitação. Criar algo, em meio à pandemia, foi ousado, desafiador. E isso nos move. E que nós possamos incentivá-lo e inspirá-lo a acreditar nos seus projetos. Não espere o melhor momento.


No último dia 7 de setembro, celebramos a Independência do Brasil e, assim como tudo desde o início do isolamento social tem sido diferente, com esta data histórica também será. Lembraremos de 2020 como um ano divisor. Divisor de sentimentos, mas que também aproximou tantos deles.


Como brasileiros que somos, sairemos mais fortes, encorajados e transformados. Por aqui, desejamos espalhar generosidade, para que mais pessoas tenham valiosas experiências. Esta é a emoção que queremos gerar em você. Aprecie.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo