Antiga cidade maia já contava com sistema avançado de filtragem de água


A cidade maia de Tikal é famosa por seus palácios e templos elevados. Mas o que muita gente não sabe é que ela contava com um sistema de filtragem de água, o mais antigo conhecido de seu tipo. Os pesquisadores descobriram a presença de minerais, como quartzo e a zeólita, na água do reservatório de Corriental. As camadas depositadas deles permitiram que os cientistas estimassem que eles foram colocados ali entre 965 a 2.185 anos atrás, algo por volta do ano 400 a.C e 900 d.C. O mais surpreendente é que os dois minerais são usados ainda hoje em sistemas de purificação de água.


A descoberta contradiz a ideia de longa data de que as proezas tecnológicas do mundo antigo estavam concentradas em lugares como Grécia, Roma, Egito e China, diz o coautor do estudo, Kenneth Tankersley, geólogo arqueológico da Universidade de Cincinnati. “Quando se trata de purificar a água, os maias estavam milênios à frente”, disse.



0 comentário