Arqueólogos descobrem acidentalmente 250 tumbas no Egito

Com milhares de anos de rica história cheia de reis poderosos, tecnologia impressionante e arquitetura monumental, o Egito é o local dos sonhos de muitos arqueólogos. Novas descobertas são feitas, frequentemente, em todo o país. De cidades douradas perdidas a estátuas submersas, cada descoberta ajuda arqueólogos, classicistas e historiadores a aprender mais sobre a história egípcia e as operações da vida cotidiana de milênios atrás. Recentemente, o Ministério egípcio do Turismo e Antiguidades anunciou um feliz acidente: a descoberta de centenas de tumbas cortadas em rochas na necrópole de Al-Hamidiyah nas proximidades de Sohag.

Crédito: Egyptian Ministry of Tourism and Antiquities

Em uma montanha, a equipe descobriu inúmeras entradas de túmulos. As tumbas somam cerca de 250, no entanto os arqueólogos esperam encontrar muito mais na área. Os túmulos datam de 2200 a.C. até o fim do período ptolomaico em 30 a.C. Este período de mais de 2.000 anos abrange desde o Antigo Reino até o início do Egito Romano.

Crédito: Egyptian Ministry of Tourism and Antiquities

0 comentário