Astrônomos encontram indícios de vida nas nuvens de Vênus


Foto: Jaxa Isas Akatsuki

Pesquisadores encontraram indícios de que organismos vivos poderiam estar flutuando nas nuvens do planeta Vênus. Os astrônomos detectaram um gás na atmosfera que eles não podem explicar. Esse gás é a fosfina - uma molécula composta de um átomo de fósforo e três átomos de hidrogênio. Na Terra, a fosfina está associada à vida, com micróbios que vivem nas entranhas de animais, como pinguins, ou em ambientes pobres em oxigênio, como pântanos.


A professora Jane Greaves, da Cardiff University, no Reino Unido, publicou um artigo na revista Nature Astronomy detalhando suas observações da fosfina em Vênus, bem como as investigações que fizeram para tentar mostrar que essa molécula pode ter uma origem natural e não biológica.


Os pesquisadores estudam a situação, principalmente porque Vênus não está no topo da lista quando se pensa na vida em outras partes do nosso Sistema Solar. Comparado com a Terra, a possibilidade de vida é muito remota, já que Vênus tem 96% da atmosfera composta de dióxido de carbono. As temperaturas da superfície são como as de um forno de pizza - mais de 400 graus. As sondas espaciais que pousaram no planeta, até hoje, sobreviveram poucos minutos antes de quebrar.

0 comentário