Astronautas podem votar do espaço


Foto: History in HD

Orbitando a 320 quilômetros acima da Terra na Estação Espacial Internacional, os astronautas americanos não se esqueceram do direito ao voto. Quatro astronautas depositarão seus votos, do espaço, durante a eleição presidencial americana.


Uma lei do Texas, aprovada em 1997, garantiu que os astronautas ainda possam exercer esse direito constitucional fora do planeta. Para isso, uma cédula criptografada e protegida por senha é enviada pelo Controle da Missão de Houston, depois os astronautas preenchem e a devolvem à Terra.


Dos astronautas que vão votar no espaço, este ano, Kate Rubins, da NASA, já é especialista em fazer coisas estranhas no espaço. A astronauta formada em Stanford foi a primeira pessoa a sequenciar o DNA em órbita. Ela também votou do espaço durante a eleição de 2016, preenchendo seu endereço como 'órbita da Terra. “É fundamental participar de nossa democracia”, disse Rubins à Associated Press. “Acredito que é muito importante que todos votem”, afirma Kate Rubins.

0 comentário