Cinco fatos sobre a monumental Grande Muralha da China

Como um dos monumentos mais icônicos feitos pelo homem no mundo, a cada ano a Grande Muralha da China atrai milhões de visitantes. A estrutura é considerada um triunfo da engenharia e se estende pelo norte do país. Primeiramente, projetada para proteger territórios na China contra tribos nômades, também foi usada como um depósito aduaneiro ao longo da ‘Rota da Seda’ para manter a ordem na fronteira.


Com uma história tão longa e rica — sua construção se estende por mais de 2.000 anos — há muito o que aprender sobre a Grande Muralha da China. É a estrutura mais longa feita pelo homem no mundo, com mais de 21.000km de comprimento. A próxima estrutura mais longa feita é a Grande Muralha de Gorgan — construída no Irã no século V ou VI — que se estende por menos de 200km.

Crédito: Stock Photos

Não é um paredão contínuo

Enquanto o nome Grande Muralha da China dá a impressão de que estamos falando de uma linha contínua de alvenaria, esse não é o caso. Na realidade, o que é conhecido como um único monumento é realmente um sistema de fortificações que foram construídas por diferentes dinastias. Muitas dessas paredes correm paralelamente umas às outras, mas nem todas essas fortificações incluem paredes reais. Trincheiras e barreiras naturais como rios e colinas são, frequentemente, também consideradas parte da Grande Muralha da China.


Os construtores usavam arroz

Os construtores da Grande Muralha da China utilizaram arroz para criar uma fortificação mais estável. Eles adicionaram o arroz à receita de argamassa na esperança de torná-la mais forte.

Crédito: Stock Photos

Os condenados eram forçados a trabalhar na muralha

Mais de 1 milhão de pessoas trabalharam na construção da muralha, incluindo civis, soldados e prisioneiros de guerra. Além disso, muitos condenados – por crimes que iam desde assassinato até evasão fiscal – eram forçados a trabalhar. Os soldados raspavam a cabeça dos condenados e os obrigavam a usar anéis de ferro. Suas responsabilidades incluíam vigiar durante o dia e construir à noite.


Não pode ser vista do espaço

Um mito popular sobre a Grande Muralha da China é que ela pode ser vista do espaço exterior a olho nu. Dado o seu imenso tamanho, é fácil ver por que este boato começou, mas esse não é o caso. De acordo com a Nasa, a Grande Muralha da China não é visível aos olhos, mesmo em órbita baixa da Terra.

Crédito: Stock Photos

0 comentário