De Ada Lovelace a Maurice Hilleman: você sabe quem foram essas pessoas?

Muito do que conhecemos hoje, desde a tecnologia até os avanços na área da saúde, foi descoberto ou criado por grandes pessoas ao longo das últimas décadas. Histórias que influenciam e inspiram mesmo após anos. Separamos alguns nomes para compartilhar nesta edição. Será que você conhece alguns deles?

Foto: welivesecurity.com

Ada Lovelace (1815 – 1852)

Estimulada desde criança a estudar matemática, Ada foi a primeira mulher a escrever uma linguagem de programação. Na época, computadores sequer existiam, e o algoritmo desenvolvido por ela foi usado somente cem anos depois, sendo reconhecido como a primeira linguagem de programação da história. Batizado de Ada, o código é usado até os dias atuais para que bancos, computadores e trens funcionem.


Foto: annefrank.freetls.fastly.net

Anne Frank (1929 – 1945)

Uma entre milhares de vítimas do nazismo, Anne Frank morreu ainda com 15 anos, em Bergen-Belsen, um campo de concentração na Alemanha. A história da jovem ficou mundialmente conhecida por meio de seus diários. Nele, ela relatava o dia a dia durante a guerra e a convivência com oito pessoas em um esconderijo.


De todas as pessoas ali escondidas, o único sobrevivente foi o pai de Anne, Otto Frank. Foi ele quem encontrou os escritos da filha e os publicou em forma de livro, em 1947, intitulado ‘O diário de Anne Frank’.


Foto: ipvsoc.org

Maurice Ralph Hilleman (1919 – 2005)

Um nome não muito conhecido, mas um homem com feitos extraordinários. Maurice Hilleman criou e desenvolveu mais de 40 vacinas, muitas delas presentes, atualmente, no calendário de vacinação: sarampo, caxumba, hepatite A, hepatite B, catapora, meningite, pneumonia e a bactéria Haemophilus influenzae.


Em 1944, quando ainda tinha apenas 25 anos, ele demonstrou como a clamídia não era um vírus, e sim uma bactéria tratável com antibióticos. Além disso, o vacinologista também mostrou como os vírus da gripe sofrem mutações anuais, destacando a importância das atualizações de vacinas para prevenir possíveis pandemias.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo