Fatos que você não sabia sobre a Maçonaria


Foto: GOB

Existem muitos rumores, medos e teorias da conspiração envolvendo os maçons, seus segredos e rituais. Por isso, separamos alguns fatos que você provavelmente não sabia sobre a Maçonaria. Vem ver!


A Maçonaria não é uma religião

Muita gente acha que a Maçonaria é uma religião. Talvez essa confusão ocorra, porque assim como em muitas religiões, na Maçonaria também são realizados ritos. No entanto, não há padres, ministros, rabinos, ou sistema de clero de qualquer tipo. Cada membro da Maçonaria é visto como um pensador individual.


Os ateus não são bem-vindos

Exige-se dos membros apenas que acreditem em um criador, chamado pelos maçons de “grande arquiteto do universo”. Esse pré-requisito não é flexível e o candidato a maçom deve, desde o início de sua candidatura, deixar claro em qual ente superior acredita: podendo ser ele Deus, Maomé ou outro, dependendo da tendência religiosa.


Cumprimentos secretos e como se identificam

É verdade que os maçons se identificam por toques, palavras e símbolos no dia a dia. A prática serve, principalmente, para que os membros da organização se reconheçam ao redor do mundo, mesmo sem se conhecer. Mas isso não significa que não existam outros meios.


Expulsão

Ao contrário do que muita gente pensa, a participação na maçonaria não é necessariamente eterna. O maçom que não seguir a legislação pode sofrer penalidades, sendo a punição máxima a expulsão da organização. O julgamento é feito por meio de um rigoroso processo legislativo. A primeira irregularidade cometida por um maçom é julgada e avaliada por uma loja maçônica, mediante vários procedimentos. Depois existem outras instâncias.

0 comentário