Follow your dream!


Foto: Davi Nascimento

No ciclo de um ano de nossas edições, este me pareceu o editorial mais difícil de escrever. Não pela responsabilidade, que tem crescido diariamente, mas pela divisão de sentimentos. Temos falado, e muito, sobre desconstrução de costumes, resiliência e transformação dos processos que nos encorajam a sermos empreendedores melhores e diferentes, que andam no sentido contrário da massa. Sim, ser Vision Business faz todo sentido, mas que sentido é este que ecoamos por aqui?


Às vezes, o que faz uma pessoa mudar de ideia não são palavras eloquentes. É o desespero nos seus olhos. Uma das maiores dores é quando negamos o nosso chamado. E a dor desta distância é tão forte que, mesmo obtendo sucesso em outras coisas, a vida não tem o mesmo brilho. Promover a diferenciação no concorrido mundo dos negócios não é tarefa fácil. Você precisa pagar o preço, porque a mudança pode ser a oportunidade.


Seja movido pelos próprios sonhos. Sonhe alto. Seja motivado, e não pressionado. Não tenha medo de desagradar. Aliás, quem desagrada muda o próprio destino e age em busca de um final promissor. Por isso, se jogue, pois em algum momento vai dar certo. Se preciso for, saiba perder, aprenda com os erros e seja uma pessoa melhor. Saiba como levantar depois de perder tudo.


Seja um gênio, mesmo que atrapalhado. Seja generoso, mesmo que os outros não saibam. Seja um planejador habilidoso. Ensine seu filho a brincar no balanço e, se ele se machucar, seja o gênio que criará a caixa de areia. E no caminho das escolhas, pergunte- -se: ‘Por que eu quero ser Business?’.


Talvez porque deseja pegar o elevador para os andares de cima? Porque deseja transformar um mal-entendido em realidade? Porque deseja ser um grande influenciador de pessoas? A escolha é sua. É como escolher dar um passeio de bicicleta: o caminho pode ser esperançoso, mas também o percurso pode ser inseguro, fazendo-o cair. Escolha levantar e seguir em frente. Encare a direção sob uma nova perspectiva. O tempo não cura todas as feridas, mas faz você crescer.


Não há respostas certas nos negócios. Em vez de buscá-las, faça escolhas. Tome decisões sem medo das críticas. Seja diferente. Espalhe o desconhecido. Cuide bem das pessoas que lhe servem e das ferramentas que você tem. Seja humilde. Escolha ir para a lua, como John Fitzgerald Kennedy escolheu. Escolha um caminho com propósito e significado.


Não é ficar, não é permanecer, não é continuar. É abrir espaço na mochila para as coisas novas que vamos encontrar no caminho. Não ajudamos o mundo sendo mais do mesmo. Ajudamos ao sermos mais de nós mesmos, em nossa essência. A insegurança pode levar à simples imitação de quem parece acertar. Ao virar esta página, você terá a oportunidade de transformar sua leitura e, acima de tudo, ser conectado com um mundo diferente, o mundo Vision Business. Vamos juntos?

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo