Mitos da astronomia que foram desmascarados


Foto: Greg Rakozy

A astronomia tem seu quinhão de mitos e equívocos. Isso provavelmente é apenas natural, dado o papel proeminente que os fenômenos celestes desempenham em nossa vida cotidiana, desde a beleza de uma lua cheia no céu noturno até o pôr do sol deslumbrante e a noção difusa de estrelas cintilantes.

A seguir, pegamos oito dos equívocos em torno da astronomia que ouvimos com mais frequência e os abordamos de um ponto de vista científico para ajudar a explicar esses mitos errôneos.

A lua não pode ser vista durante o dia

Existe uma concepção comum de que, assim como o Sol só pode ser visto durante o dia, a Lua só aparece à noite. Mas, a rotação da Terra permite que a Lua esteja acima do horizonte por 12 horas a cada 24 horas, independentemente da duração da noite.

Estrelas cintilam

As estrelas costumam piscar no céu noturno, mas isso não tem nada a ver com as estrelas e tudo a ver com nossa atmosfera turbulenta. Assim que chega à Terra, a luz das estrelas é refletida, curvada e contorcida por essa turbulência, até atingir seu olho. Vistas do espaço, as estrelas não piscariam.

Estrelas cadentes são realmente estrelas

Se você já fez um pedido para uma estrela cadente, pode ficar chocado ao saber que na verdade não era uma estrela. O que você viu foi o clarão brilhante de um pedaço de meteoro, queimando em nossa atmosfera.

0 comentário