O que o ‘Boom’ do trabalho em casa significa para o seu futuro


Foto: Mikey Harris

Enquanto grandes corporações que dispensam trabalhadores e declaram falência tendem a receber as maiores manchetes, a dramática mudança de nossa cultura para trabalhar em casa é a verdadeira história de negócios emergente desta pandemia. A transição certamente teve sua cota de altos e baixos, mas a aceitação crescente indica que essa é uma tendência que, quase certamente, moldará o futuro do trabalho.


A transição começou antes de 2020

Embora as restrições da Covid-19 tenham causado uma mudança, o hábito de trabalhar em casa já estava aumentando. Uma pesquisa da empresa FlexJobs descobriu que o número de pessoas nos Estados Unidos que trabalhavam em casa cresceu 159% entre 2005 e 2017. Muito desse crescimento pode ser atribuído aos trabalhos freelancer, cada vez mais comuns em todo o mundo.


O impacto da pandemia

Ainda assim, a pandemia provocou uma transformação nunca vista antes. 86% dos entrevistados da pesquisa disseram que eram totalmente produtivos enquanto trabalhavam em casa, sofrendo menos interrupções do que no escritório. Este é um sinal positivo, uma vez que a incerteza econômica — bem como a necessidade contínua de distanciamento social — fez com que muitas empresas mantivessem uma força de trabalho remota por muito mais tempo do que o inicialmente previsto.


O que isso significa para o futuro?

A demanda cada vez maior por oportunidades de trabalho em casa pode levar a uma mudança drástica em onde, quando e como as pessoas trabalham. As pessoas estão percebendo que podem manter seus empregos ou buscar novas oportunidades de empreendedorismo, enquanto moram em um lugar menos estressante e onde podem ser mais produtivas.

0 comentário