Serviços têm queda recorde em 2020, aponta IBGE


Imagem: Agência Brasil

O setor de serviços foi o mais afetado, pelo distanciamento social, com as medidas adotadas para conter a pandemia de Covid-19. De acordo com o IBGE, o setor encerrou 2020 com queda de 7,8%. O resultado é pior do que o projetado anteriormente pelo mercado, sendo que analistas esperavam uma retração de, em média, 3%.





Os índices se mantiveram estáveis apenas em dezembro, com recuo de 0,2% em relação ao mês anterior. Em novembro, o setor havia crescido 2,6%, alta insuficiente para recuperar as perdas decorrentes do distanciamento social. O setor de serviços responde por cerca de 70% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro e é o principal empregador da economia nacional.


Segundo o IBGE, os serviços ainda estão 3,8% abaixo do patamar pré-pandemia e é o único setor que ainda não se recuperou do impacto econômico causado pela chegada da Covid-19 ao país.

0 comentário